Marketing Digital

Aumentando a Arrecadação do Dízimo usando o Marketing Digital

Aumentando a Arrecadação do Dízimo com marketing digital

Você já ouviu falar sobre Marketing Digital, e como ele pode ser aplicado na Igreja? Nós já explicamos o conceito no contexto católico no post Marketing Digital, por que investir na evangelização? não deixe de ler se você ainda não ouviu falar sobre!

E se você já está mais familiarizado com o assunto, eu pergunto: em sua Igreja, o Marketing Digital e as Plataformas de Arrecadação do Dízimo já são usadas para impulsionar o Evangelho e financiar ações, ou sua instituição ainda não iniciou este movimento de crescimento digital e tecnológico?

Essa pergunta é importante no momento pelo qual estamos passando, quando os recursos tecnológicos crescem e são aplicados para diversas novas finalidades. O próprio Papa nos dá mostras da importância de ocupar estas ferramentas, desde que usadas para construir conexões reais entre as pessoas.

“Se uma família utiliza a rede para estar mais conectada, para depois se encontrar à mesa e olhar-se olhos nos olhos, então é um recurso. Se uma comunidade eclesial coordena a sua atividade através da rede, para depois celebrar juntos a Eucaristia, então é um recurso. Se a rede é uma oportunidade para me aproximar de casos e experiências de bondade ou de sofrimento distantes fisicamente de mim, para rezar juntos e, juntos, buscar o bem na descoberta daquilo que nos une, então é um recurso.

(…) Esta é a rede que queremos: uma rede feita, não para capturar, mas para libertar, para preservar uma comunhão de pessoas livres.”

Papa Francisco, para o LIII Dia Mundial das Comunicações Sociais (2019).

Nestas palavras do Santo Padre vemos a importância da Igreja estar presente no terreno digital posicionando as tecnologias como veículos para alcançar o outro. Sabemos que o encontro presencial é nosso objetivo maior, e não precisamos deixar de lado que elas abrem outras potencialidades estratégicas como a comunhão com o próximo.

Além de promoverem a cultura do encontro, as ferramentas do marketing digital podem auxiliar a Igreja em outras questões, como enriquecer o relacionamento com os fiéis e aumentar a Arrecadação do Dízimo, que sustenta os trabalhos pastorais e traz corpo para novos investimentos. 

A aplicação de tecnologia para esse fim começa a crescer, principalmente depois da democratização de Plataformas de Arrecadação plugáveis aos recursos utilizados pelas instituições católicas, como redes sociais, e-mail, sites e aplicativos. 

Quer conhecer um pouco mais sobre elas? Continue o texto!

Plataformas de Arrecadação do Dízimo

Plataformas de Arrecadação do Dízimo: aliadas das pastorais do Dízimo e da Comunicação

O que são e como são usadas:

As plataformas de Arrecadação do Dízimo são sistemas online que facilitam a criação de campanhas de arrecadação. Com elas, a Igreja pode criar uma campanha com valores abertos (onde o fiel decide quanto vai doar), ou com valores pré-definidos, a partir do qual o sistema cria um link para aquela campanha.

Este link, então, pode estar presente em campanhas de comunicação planejadas em parceria com a Pascom focadas em estimular doações. A doação é viabilizada quando o link criado para a campanha é colocado em banners no site da instituição, por exemplo, ou sites parceiros; podendo estar presente em botões diretamente no aplicativo da instituição, caso ela conte com estas tecnologias acessíveis.

Principais benefícios:

Um dos grandes benefícios destas ferramentas é que os agentes pastorais ou o próprio representante da instituição conseguem acompanhar as campanhas criadas e emitir relatórios gerenciais dos valores arrecadados.

Essa facilidade das plataformas também abrange as formas de pagamento, já que o fiel pode finalizar sua doação usando um cartão de débito ou crédito, permitindo até mesmo doações mensais nos casos em que a campanha foi configurada para fazer descontos mensais dos doadores.

Quer ver como uma arrecadação é feita? Assista a este vídeo!

Usando o Marketing Digital para aumentar a Arrecadação do Dízimo

Neste esforço por construir uma rede digital que estimula a comunhão, o marketing digital traz recursos muito adaptáveis para os objetivos e prioridades da instituição. 

Quando se tratam de recursos para a arrecadação, são muitas as possibilidades trazidas pela internet, e alguns destes já estão relativamente presentes no cotidiano das pessoas, como os sites e blogs.

Sites, páginas de blog e formulários para enriquecer o perfil sobre fiéis

Esses recursos são, sem dúvida, os mais disseminados quando pensamos na internet. A flexibilidade com que conseguem entregar conteúdos em texto, imagens, vídeos e outros recursos via links, facilitam a transmissão ágil de informações sobre a Igreja e seu funcionamento, também podendo ser base para a educação religiosa dos times e lideranças.

Em uma campanha de arrecadação, o site recebe banners que apontam para a página da campanha criada na Plataforma de Arrecadação, permitindo que façamos uma comparação do número de clicks no banner (intenção presumida de doar) versus o número de doações concluídas, tendo nessa métrica uma média de sucesso que podemos acompanhar e testar melhorias a cada nova campanha, fundamentando o retorno sobre investimentos em comunicação (ROI).

A aplicação de formulários em páginas específicas, por sua vez, facilita para a Pascom montar segmentações. Dessa forma, a Pascom consegue disponibilizar em seu site perguntas que, quando respondidas pelos fiéis, começam a montar perfis para perguntas sobre preferências de conteúdo, votações sobre eventos, avaliação de festas e sugestões para a Igreja, complementarmente à contribuição presencial.

5 coisas que o site paroquial não deve ter – Leia aqui

O que não pode faltar em um site de paróquia? – Leia aqui

4 cuidados ao procurar ferramentas de comunicação católica – Leia aqui

Aplicativos católicos para arrecadação do dízimo

Aplicativos católicos que trazem praticidade para a Arrecadação do Dízimo

Os aplicativos católicos, de todas as ferramentas, estão entre as mais completas, pois apresentam recursos estratégicos para a arrecadação do dízimo. Com eles, de forma semelhante aos sites, é possível mesclar formatos de mídia para criar um ambiente de grande conexão espiritual e formação. 

Os formulários nos aplicativos são ainda mais dinâmicos, podendo ser aplicados para levantamentos de opinião na comunidade, fazer votações e entender melhor as preferências dos fiéis. 

Apoiando as campanhas de arrecadação, o aplicativo pode direcionar notificações para todas as pessoas ou segmentações específicas que tem o app instalado avisando sobre conteúdos que estimulem a devolução, ou notificações que encaminham os usuários diretamente para a página da campanha de arrecadação colocada dentro do aplicativo. Com isso, o fiel pode devolver de forma prática e segura sem sair do aplicativo.

Aplicativos católicos: Tudo o que você precisa saber – Ler aqui

Aplicativos Católicos: Como são gerenciados pela Igreja – Ler aqui

Como saber o momento certo da Pascom contratar ferramentas? – Ler aqui

Use as redes sociais para gerar relacionamento e conexões

Em se tratando de aumentar a arrecadação, elas são aliadas poderosas ao possibilitarem que a Pascom use conteúdos interessantes para manter conexões ativas com a comunidade, gerando engajamento e também funcionando como canal de conexão religiosa.

Os maiores desafios que vemos as pastorais tendo com as redes sociais envolvem a construção de audiência estável nas redes, e também é difícil para muitas instituições chegar num nível de planejamento e produção antecipado de conteúdo. 

Como já abordamos estratégias iniciais para trabalhar estes desafios, recomendamos bastante a leitura de dois de nossos posts:

Comunicação e Missão: 5 dicas para comunicar bem no mês missionário – Leia aqui

Criando um cronograma de conteúdo para as redes sociais da Igreja – Leia aqui

[Planilha] Planejamento de Redes Sociais – Baixe aqui

Links patrocinados para aumentar arrecadação do dízimo

Links patrocinados para estimular a Arrecadação do Dízimo

Fazer links patrocinados em algumas vezes pode parecer algo difícil para os integrantes da Pascom, mas garantimos que não é tão complicado!

Resumindo o conceito, fazemos links patrocinados quando nós investimos dinheiro em redes sociais como Facebook e Instagram para fazer com que um conteúdo que nós publicamos atinja um certo público para quem apontamos como alvo daquela comunicação.

Dando uma ideia geral, para criar uma campanha de patrocínio precisamos configurar a ação em três níveis:

Campanha > Conjunto de anúncios > Anúncios

Campanha de anúncios para aumentar arrecadação do dízimo

O que configurar no nível “Campanha”: 

Neste nível você coloca um nome para sua campanha, como “Campanha Incentivo à arrecadação 2020”, e é importante que seja facilmente identificável em relação à ações futuras.

Depois disso, definimos o objetivo da campanha, que podem ser vários, como podemos ver na imagem abaixo.

Campanha de anúncios para aumentar arrecadação do dízimo

Os mais comuns são anúncios cujos objetivos são trazer mais visualizações para vídeos, ou gerar mais tráfego para um link. Como este é o objetivo que sugerimos para a campanha de arrecadação, mantemos esse selecionado.

É no nível da campanha que também definimos um orçamento para todos os grupos de anúncios que você crie dentro da campanha. Atente-se à diferença entre orçamento diário e orçamento vitalício

Na Parresia, já aconteceu de termos uma verba de patrocínio de um material no valor de R$200,00 para o mês todo e, ao fazermos esta configuração, erramos ao deixar um orçamento diário. O resultado foi um investimento muito maior do que poderíamos fazer. 

O que configurar no nível “Conjunto de anúncios”:

Nesta seção você indica um nome para o grupo de anúncios, que pode ser “Depoimentos em vídeo benefícios de devolver”. Aqui, também selecionamos a página onde o anúncio será exibido, selecionando as redes no Facebook e no Instagram da Igreja.

Depois disso, definimos o público para os anúncios. Lá, dependendo se sua instituição tem abrangência nacional, estadual ou regional, é importante editar a localização das pessoas apontando as regiões onde os anúncios serão expostos.

Links patrocinados para aumentar arrecadação do dízimo

Em “Direcionamento detalhado” é possível selecionar mais informações sobre o público para ajudar o Facebook a encontrar pessoas que possam se interessar pelo seu anúncio com maiores chances de executar o objetivo que você definiu.

No universo católico, sugerimos interesses detalhados como os seguintes:

Use anúncios para aumentar a arrecadação do dízimo

Quando você seleciona alguns interesses, na aba “Sugestões” o próprio Facebook recomenda mais alguns interesses possíveis que você pode selecionar opcionalmente.

Não precisa se esforçar para colocar todas as expressões possíveis. É comum que ter uma segmentação mais aberta traga resultados melhores do que se tentarmos descrever o cenário ideal. 

Se você é de uma cidade pequena, mais ainda é aconselhado que você use somente um ou dois interesses, e aposte principalmente no recorte geográfico, selecionando somente a sua própria cidade e arredores.

Observe que você pode criar mais de um Grupo de Anúncios dentro de uma Campanha, e isso pode ser utilizado para patrocinarmos dois estilos de conteúdo em vídeo, por exemplo. 

Um deles, como sugerimos acima, pode ser “Depoimentos em vídeo benefícios de devolver”, e outro grupo poderia ser “Como a ação do dízimo muda vidas”, com vídeos apresentando famílias ajudadas pelos valores arrecadados, por exemplo, e que convidam todos a também devolver o dízimo e continuar ajudando.

aumente a arrecadação do dízimo usando anúncios

O que configuramos no nível “Anúncios”

É importante que você saiba que dentro de um Grupo de anúncios, podemos ter um, dois ou quantos anúncios você quiser. Entretanto, na Parresia, costumamos manter poucos anúncios dentro dos grupos. 

Primeiro, porque o valor pedido para o Facebook se mantém menor, e você não aumenta muito a competição gerada entre seus próprios anúncios para seu orçamento e público alvo.

Quando a campanha é publicada e o Facebook vai mostrando os anúncios para seu público, alguns deles geram melhores resultados que os demais, e isso acontece por vários motivos. Algumas dessas boas práticas para criar bons anúncios você consegue encontrar aqui, nessa página de primeiros passos da própria rede social.

Agora que estamos em “Anúncios”, podemos finalmente criar os textos dos anúncios, as imagens que serão visualizadas ou os vídeos, além de colocar as URLs para onde queremos que as pessoas vão ao clicar, e que pode ser o link da Plataforma de Arrecadação, por exemplo. 

É importante que este texto seja enxuto, cativante e com uma orientação do que fazer ao final, como “CLIQUE E CONHEÇA”, “ASSISTA AGORA MESMO!” e “ACESSE AGORA!”, para transmitir mais claramente às pessoas o que você deseja que elas façam.

No caso de vídeos e imagens, o Facebook tem como orientação pedir que as áreas de texto não ultrapassem 20% da área útil da imagem, o que dificulta as vezes, dependendo do tipo de conteúdo. A “punição” para materiais que ultrapassem esse limite é um alcance ligeiramente menor. Para saber se sua imagem ultrapassou esse limite, pode usar esta ferramenta do próprio Facebook!

Depois disso, é só revisar certinho todas as configurações da Campanha e publicar! Nesse momento seus anúncios são enviados para análise do Facebook e em poucas horas eles já são liberados.

No decorrer da exposição dos anúncios é importante ver a reação das pessoas, os comentários nos anúncios, os números de arrecadações recebidas e os custos da campanha para poder fazer correções. 

Por mais que os resultados das primeiras campanhas não tragam os melhores resultados, é importantíssimo o aprendizado da equipe durante essa prática. Por isso a importância de registrar a evolução e as ações realizadas para buscar melhorias. Com um pouco de tempo e experiência, a Pascom estará performando muito bem com os anúncios.

aumentar a arrecadação do dízimo

Vamos aumentar a Arrecadação do Dízimo em sua Igreja?

Reunindo as estratégias e ferramentas do marketing digital que trouxemos hoje, temos certeza que a caminhada digital da sua Igreja para aumentar a arrecadação do Dízimo será mais efetiva. Se você sente falta de mais apoio, existem assessorias para auxiliar nas campanhas do dízimo e dar suporte ao trabalho.

Combinando conteúdos, relacionamento e facilidade para a devolução, o retorno sobre as campanhas promete trazer não só crescimento na arrecadação, mas reconexão espiritual dos fiéis, cumprindo aquilo que Papa Francisco nos exorta a fazer: promover o encontro uns com os outros.

Quer entender como qualquer das tecnologias que citamos pode ser aplicada em sua instituição para reforçar a arrecadação do dízimo? Fique a vontade para conversar com nosso time comercial, sem compromissos! Basta clicar aqui para nos chamar diretamente no WhatsApp.

E se tiver dúvidas sobre como cumprir qualquer uma das etapas a seguir, montamos um grupo no WhatsApp para que integrantes da Pascom possam tirar dúvidas uns com os outros. O link para acessar está na imagem abaixo!

Acessar grupo WhatsApp Como vai a Pascom?