Comunicação Católica

Criando um cronograma de conteúdo para as redes sociais da Igreja

Manter uma constância de bons conteúdos nas redes sociais nem sempre é uma tarefa simples, concorda? Elas exigem atenção em quesitos como periodicidade e relevância do conteúdo para o público e, mesmo que essa não seja uma fórmula mágica para garantia de engajamento, ainda é o caminho mais seguro para atrair seguidores.

Se sua equipe de Pascom ainda não conseguiu fazer um planejamento de postagens constantes, nós podemos te ajudar no post de hoje! Aqui você vai aprender a manter canais como Facebook e Instagram com um conteúdo de qualidade que tem tudo para engajar os fiéis.

Como manter as redes sociais da Igreja atualizadas com conteúdo relevante

Criar um cronograma com relevância é uma tarefa que vai exigir dedicação e conhecimentos básicos do calendário litúrgico e pastoral. 

Sua Pascom já busca agregar em seu planejamento de conteúdos o calendário litúrgico? Ótimo! Os acontecimentos paroquiais e diocesanos também são uma boa inspiração, mas nossa dica maior é buscar as outras pastorais da sua instituição para propor uma construção conjunta de conteúdos de valor para os fiéis.

Aqui na Parresia vemos muitos casos em que a Pascom está focada em produzir todo o conteúdo criado, e isso não é necessariamente ruim. A questão é que elas estão deixando de trazer para a criação de conteúdo novos parceiros e outros tipos de conhecimentos que enriquecem o conteúdo que pode ser entregue aos fiéis.

Os benefícios disso, além de trazer outros pontos de vista para a criação de conteúdo, é que a Pascom consegue dividir a responsabilidade pela produção e deixa de ficar sobrecarregada. Isso também permite que ela assuma seu papel de transitar entre todas as Pastorais trazendo testemunhos e postagens de valor e, sobretudo, atuando de forma mais estratégica.

Ideias para começar um calendário de ações para as redes sociais da Igreja

Converse com as comunidades

Elas têm histórias e vivências que geram interesse e tornam o conteúdo relevante. Pense em uma campanha no dia da festa de confraternização paroquial, uma série de pequenos vídeos contando as histórias das comunidades contada por seus próprios integrantes. Temos certeza que será bem emocionante para todos!

Chame as pastorais para participar

Muitas pessoas nem mesmo se dão conta das pastorais que a cercam! Imagine como seria importante no mês das vocações uma parceria da Pascom com a Pastoral Vocacional na captação de futuros vocacionados?

Envolva o Bispo, os Padres e Diáconos 

Eles são líderes que as pessoas dão ouvidos. Uma fala semanal de um deles, certamente seria bem recebida pelos fiéis. As ovelhas escutam a voz de seu pastor.

Mostre os bastidores que ninguém vê

Comece a mostrar, as pessoas têm interesse em saber como as coisas são feitas. Um evento, uma formação, mostre a equipe trabalhando, a confraternização da equipe, muitas fotos e vídeos desses momentos podem ser captados para compartilhar sentimentos e engajar seguidores.

Além disso, utilizar o calendário litúrgico é uma ótima forma de nutrir o conteúdo das redes, são inúmeras festas que nossa Igreja celebra e muitos temas para trabalhar durante os meses. Sem contar também o calendário individual de cada paróquia e diocese, que possuem tantos eventos, celebrações e outros momentos festivos ou de encontro.

Quer mais propostas? Ótimo, aqui vão mais algumas: 

  • O calendário litúrgico é cheio de festas e memórias de santos que podem ser compartilhados. Contar um pouco da história, uma oração ou disponibilizar a novena poderá gerar constância de acesso dos fiéis à sua rede, pois eles sabem onde encontrar o conteúdo que necessitam.
  • As festa em honra aos padroeiros das comunidades, a comunidade por si tem muita chance de engajar com este tipo de conteúdo, pois quando se trata de seu padroeiro o carinho e atenção é ainda maior, os demais devotos também irão se identificar.
  • Os meses em que a igreja se dedica a um tema específico, como mês de setembro (que é o Mês da Bíblia) pode ser dedicado a ajudar as pessoas a terem uma experiência de leitura bíblica diferente. Que tal explicar como fazer a leitura orante? Convide um Ministro Extraordinário da Palavra, ele saberá como lhe ajudar e pode ser até o rosto deste conteúdo.

Nós já publicamos outro blog-post com mais dicas práticas para engajar os fiéis, ele pode te ajudar a planejar mais conteúdos! 

As opções para os conteúdos são muitas, certo? Agora você pode estar se perguntando, “mas como organizar tudo isso?”. Vamos lá:

Tudo é questão de planejamento

Planejar todo conteúdo que será publicado é importante para que, além de conseguir manter a constância de publicações, toda equipe tenha uma visão clara do que será divulgado e assim se prepare melhor para a produção destes conteúdos. Dessa forma, todos os conteúdos saem como planejado, e colaboram com o objetivo final da Pascom, que é a evangelização. 

Se você tem dúvidas de como criar um planejamento de conteúdo para as redes sociais da Igreja, nós preparamos uma planilha para download gratuito! Basta clicar aqui ou na imagem abaixo e fazer download!

Nela nós colocamos exemplos de conteúdos para três meses de planejamento, você só precisa adaptar o modelo para sua Pascom!

Passo a passo para planejar o conteúdo das redes sociais da Igreja

Passo 1: Separe as data relevantes para a comunidade relacionados a seus padroeiros, tradições locais, festas de maior expressão e cobertura midiática das mesmas. Observe o calendário pastoral e organize tudo por data na planilha.

Passo 2: Prepare o conteúdo que será publicado em cada uma das datas. Quais serão os formatos de publicação? Será vídeo, post com texto e imagem, carrossel com fotos? Se forem posts, quais imagens utilizar? Quais as orientações para os textos? 

Passo 3: Procure as pessoas que podem ficar responsáveis por cada um dos conteúdos, quem será entrevistado, quem produzirá textos e imagens? Distribua as pautas e as responsabilidades para não ficar tudo centralizado.

Passo 4: Preencha a planilha e compartilhe com os responsáveis, assim todos saberão seus respectivos dias de responsabilidade. 

Passo 5: Depois, produza os conteúdos e programe-os! Para isso, você pode usar ferramentas gratuitas, como o mLabs.

Passo 6: Monitore cada uma das ações e, principalmente, as publicações. Cuide para que todas as ações sejam bem executadas para cumprir o planejado. 

O monitoramento das publicações é importante para entender o que melhor funciona para seus seguidores. Veja quais posts tiveram maior engajamento, quais foram as menos relevantes e se prepare para mexer no planejamento e fazer mais conteúdos na linha daqueles que engajaram mais.

Por último, organize seus aprendizados em checklists

Depois que você preparar todo o conteúdo e na prática entender como a produção do cronograma funciona em sua paróquia/diocese, prepare um checklist detalhado com todos os passos para que cada ação seja feita. Dessa forma, qualquer equipe poderá ter informações para seguir seus passos, mesmo que você não esteja mais no time. 

Esta tarefa é mais importante ainda, porque na igreja temos uma grande rotatividade nas equipes. Quando conseguimos alguma rotina de publicações ou um fluxo de produção de conteúdo, a audiência cobra que este continue, independente de qual seja a equipe.

Lembre-se: os erros são tão importantes quanto os acertos, então registre-os também, para que as equipes que o sucederão também possam consultar essas informações.

Por fim, o sucesso das redes sociais é fruto de planejamento, força de vontade e conteúdo de valor. Permaneça firme e constante com o trabalho nas redes sociais que temos certeza que você irá construir uma boa audiência. Pode ser aos poucos, mas será uma construção sólida.

Quando você começar a sentir os primeiros retornos, considere ampliar sua estratégia e abraçar tecnologias que podem impulsionar ainda mais seu alcance e seus resultados. Nesse momento, aproveite para conhecer o que podemos construir juntos em sua comunicação, e até logo!