Comunicação Católica Marketing Digital

E-mail marketing: Uma estratégia para o relacionamento com os fiéis

O relacionamento com os fiéis nunca esteve tão em pauta. Isso, porque nos últimos anos houve grande crescimento no número de brasileiros que têm acesso à Internet via computadores de mesa, tablets, notebook e smartphones (segundo o IBGE, já somos mais de 116 milhões!).

Essa popularização do acesso somada ao amadurecimento das tecnologias no mercado acabou por estimular muitos novos comportamentos, principalmente na forma com que nos relacionamos com as pessoas e consumimos informações que gostamos.

Essas transformações alcançaram todas as esferas, inclusive a maneira com que evangelizamos e recebemos a palavra de Cristo. No post Evangelizar pela internet: você precisa conhecer essa estratégia nós já abordamos essas mudanças na evangelização, mas não discutimos uma das principais ferramentas do ambiente de comunicação digital, o e-mail!

É sobre ele que vamos falar no blog-post de hoje. Não deixe de ler!

Porque o e-mail é tão interessante? A resposta: relacionamento com os fiéis

O e-mail é um consenso na comunicação das marcas e seus públicos porque ele é um canal fácil de alimentar, fácil de ser consumido pelas pessoas e tem uma relevância muito grande quando o usamos para nos relacionar com públicos que querem receber nosso conteúdo

Deixei o trecho acima em destaque, porque esse é um ponto central no uso do e-mail. Nós temos resultados muito melhores com esse canal quando estamos enviando conteúdos para pessoas que, em algum momento, aceitaram receber esses envios.

Trata-se do princípio da relevância: se eu gosto de uma marca ou de um assunto e escolho assinar recebê-lo em minha caixa de e-mail, é porque ele é relevante pra mim de alguma forma

Tendo isso em vista, as empresas de domínio de e-mail (Outlook, Yahoo!, G-Mail, por exemplo), abraçaram esse princípio e dão uma espécie de punição quando identificam que o remetente [email protected] está disparando e-mails para muitos destinatários que não existem mais, ou que marcam seu e-mail como spam.

Essa punição coloca seu domínio ([email protected]) em uma lista de contatos que não seguem boas práticas, e a partir daí seus envios de e-mail tem maiores chances de irem parar direto na caixa de spam dos seus destinatários.

Automatize o relacionamento com os fiéis

Outro motivo importante pelo qual o e-mail é um canal eficiente para a comunicação é a possibilidade que as plataformas de automação de e-mail oferecem de automatizar os seus disparos. 

As plataformas de automação de marketing são ferramentas em que você pode colocar listas de e-mails de fiéis da sua paróquia, por exemplo, e configurar uma sequência de e-mails que serão enviados para eles, agilizando o trabalho de comunicação.

Com elas, seu processo de envio de e-mails para vários contatos se torna mais prático e te dá muito mais informações sobre o sucesso daquele disparo. Na plataforma de automação de e-mail da Parresia, por exemplo, após cada envio você tem informações como taxa de e-mails entregues, o número de cliques feitos no e-mail e a taxa de e-mails que não foram entregues.

Conheça a plataforma de automação de e-mail da Parresia aqui!

Elas fornecem melhores informações para que sua Pascom possa fazer planejamentos de comunicação mais assertivos, planejada para diferentes perfis de fiéis.

Construindo bases de e-mail quentes

Agora que você já sabe que não é tão interessante usar listas de e-mails de quem não se inscreveu para receber seus envios, você pode estar em dúvida sobre como montar boas listas de e-mail. 

Para isso, uma ação que pode ser feita é buscar oportunidades para colher informações de contato dos fiéis e suas preferências de conteúdo. 

Quem possui um site ou um aplicativo com nossa tecnologia conta com a facilidade de que todos os cadastros feitos nesses canais são integrados à plataforma de e-mail.

Quais eventos a instituição realiza cujas inscrições podem ser feitas também pelo online, acompanhando as inscrições presenciais? No formulário presencial podemos perguntar às pessoas se aceitam receber informativos da instituição por e-mail? Podemos criar uma campanha no jornal da instituição convidando a inscrição dos fiéis? 

Indicamos que essas informações sejam inseridas inicialmente em uma planilha, para poder segmentar corretamente os interesses dos fiéis.

Como planejar uma campanha de e-mail marketing eficiente

Digamos que sua Pascom promoveu uma excursão recente, e o perfil das pessoas que foram era composto majoritariamente por pessoas mais jovens, que provavelmente usam bastante o e-mail.

Como o processo de inscrição foi online, você tem acesso aos e-mails das pessoas que foram, e havia na inscrição a informação de que a instituição poderia usar aqueles dados para enviar informativos pertinentes.

Podemos entender que essas pessoas têm maior interesse por e-mails que falem de outras excursões do que comunicações falando de livros, por exemplo. Dessa forma, podemos planejar para esta lista de e-mails uma campanha oferecendo condições especiais para quem adquirir um voucher que englobe todas as viagens do próximo ano da Paróquia, por exemplo.

Pela plataforma de e-mail marketing você consegue visualizar se você teve uma boa taxa de abertura e, caso não tenha tido, pode planejar outro modelo de e-mail para enviar para os fiéis que irão na próxima excursão, e é possível que esse envio tenha melhores taxas, significando que você acertou melhor o formato da mensagem.

Quais cuidados tomar na hora de escrever e-mails?

Quando você estiver escrevendo seus e-mails, evite cometer essas práticas aqui e passe bem longe dos filtros anti-spam:

  • Usar fontes de cor vermelha;
  • Usar todas as letras do título do e-mail em CAIXA ALTA;
  • Exagerar nos pontos de exclamação;
  • Usar a palavra teste na linha de assunto; 
  • Usar frases como Clique Aqui, Free, Não perca essa oportunidade no corpo ou assunto do e-mail, que estão muito relacionados com envios comerciais;
  • Criar um e-mail com apenas uma imagem grande, com pouco ou nenhum texto. Essa prática possui um impacto negativo no resultado final da campanha de e-mail.

Ficou em dúvida se seu e-mail pode ser confundido com um e-mail de spam? Use essa ferramenta gratuita e faça um teste.

Como já abordamos, cuide com o princípio da relevância e monte sua lista de disparo com e-mails que sabem de que se trata seu conteúdo e, principalmente, aceitaram receber esses materiais! Esse é um dos principais ingredientes do sucesso dos seus disparos.

Se você ficou interessado em saber como funciona a plataforma de e-mail marketing da Parresia, pode mandar mensagem para nosso time!