Evangelização

5 modelos de Cartaz do Dízimo para sua Pascom usar

Por aqui muito já foi falado sobre a importância de uma boa diagramação (layout) nas peças e como isso também faz parte de uma boa estratégia de comunicação no digital. O que não falamos até agora, entretanto, é que mídias offline como cartazes, folders e outros impressos não estão distantes disso. Em sua Pastoral do Dízimo, você atua também com cartazes de conscientização e de incentivo à devolução?

Mesmo que a comunicação digital seja muito importante, sabemos também que é no offline que as pessoas se encontram para uma vivência eclesial, e que estes espaços são também propícios para comunicação verbal e visual efetivas.

Layouts sucintos e que possam facilitar a leitura e entrega da mensagem são essenciais para construir bons resultados. Planejando esta ação direitinho, podemos até mesmo mesclar as mídias impressas com as ferramentas digitais e, com isso, aumentar as chances de atingir melhores resultados ao que estamos buscando.

Mas afinal, o que faz uma boa diagramação? Entenda no restante do conteúdo!

layout de Cartaz do Dízimo

O que é preciso para um bom layout de Cartaz do Dízimo

Primeiro, um aviso: não se preocupe! Não é necessário ser o mestre do design para criar um bom layout, entender alguns conceitos e metodologias básicas já é suficiente para iniciar um repertório gráfico que pode trazer um olhar mais afiado para as criações.

Vamos às dicas?

Tenha claro o tamanho da peça que será produzida para o Cartaz do Dízimo

Procure saber exatamente onde será aplicado aquele material e qual é o tamanho disponível para aplicação de informações. Isto é importante para que você entenda dois conceitos muito importantes em impressões, a seleção de informações e hierarquização

A seleção faz com que olhemos para o mundo de conteúdos que podemos colocar num cartaz e selecionar quais são importantíssimas (e quais não) para que a mensagem seja transmitida. Isso é importante ao considerarmos que não podemos levar ao impresso todas as informações disponíveis pois, fazendo isso, provavelmente não acontecerá uma leitura atraente e organizada.

Já a hierarquização busca dar mais ênfase às informações importantes, e menos para aquelas que são complementares. Pode parecer um trabalho difícil, mas é uma questão de prática.

Busque boas referências para expandir repertório

Você conhece o Pinterest? Ele é um site onde as pessoas postam imagens de todos os tipos, inclusive modelos de cartazes. Lá você pode criar diversas pastas onde pode salvar outras artes que são referências que inspiram ou que se assemelham ao que você quer fazer. Use essas inspirações para observar como as informações estão dispostas, o tipo de fonte utilizado, as cores e outros elementos que podem ajudá-lo a criar.

> Crie sua conta no Pinterest;

> Faça uma pesquisa como, por exemplo: “Cartazes com mensagens religiosas” ou “Cartaz do Dízimo”;

> Caso goste de algum, clique no cartaz depois no botão Salvar que fica logo à direita da imagem;

> Em seguida abrirá uma janela onde você poderá criar uma pasta. Nomeie-a e, quando quiser visitá-la, clique em seu perfil que logo aparecerão suas seleções.

Ainda está achando difícil? Ok! Vem com a gente que vamos deixar cinco modelos de cartazes para você apenas editar ou alterar conforme sua realidade:

modelo de cartaz do dízimo

Modelos de Cartaz do Dízimo para usar na Igreja

Criamos modelos diretamente no Canva, dessa forma, você conseguirá editar e fazer todas as alterações desejadas por lá mesmo. Para utilizar os modelos é bem simples também:

> Clique aqui e preencha seus dados para receber o acesso por e-mail! Recebido o e-mail, clique no botão verde;

> Assim que a página do Canva abrir, no canto superior esquerdo, vá em “Arquivo”;

> Clique em ‘Fazer uma cópia’;

> Pronto, agora é só editar como preferir!

Atenção: Este processo a cima é muito importante, é necessário fazer uma cópia antes de editar o layout, certo?

O que achou dos layouts? Eles são super simples de editar e certamente ajudarão e muito a comunicação de sua instituição a ser mais produtiva

Como exportar o arquivo do Cartaz do Dízimo para imprimir

Agora que você já editou o cartaz e ele está pronto para ir para uma gráfica, basta ir com o mouse até o canto direito em cima da página, clicar na flecha de Download que aparece na imagem abaixo.

Cartaz do Dízimo para imprimir

Se você clicar em “Imprimir cartazes” você vai para um serviço pago do Canva, que imprime o cartaz em gráficas parceiras e envia para sua instituição. Se você não tem preferência por gráficas em sua cidade, essa pode ser uma opção! Mas se quer imprimir em sua cidade o cartaz o melhor caminho é baixá-los. 

Depois de clicar, deixe selecionada a opção de baixar como “PDF para impressão”, e não altere. Se você quiser escolher quais dos modelos baixar, selecione eles na opção “Selecionar páginas”, ou todas irão ser baixadas.

Imprimir Cartaz do Dízimo

Agora sim, é só levar até a gráfica!

Recolha o dízimo online usando uma Plataforma de Arrecadação

Usando uma Plataforma de Arrecadação sua Igreja poderia recolher as contribuições online usando o Cartaz do Dízimo, sabia? Com isso, os impressos poderiam divulgar o link para o site da campanha de doação usando o próprio link, ou um QR Code que encaminha as pessoas para a plataforma de doação. 

Mostramos alguns sites católicos que contam com esse recurso da Arrecadação do Dízimo integrado ao site, e você pode conhecê-los clicando aqui.

Com uma ferramenta assim, tornamos a doação ainda mais prática e segura, já que os fiéis podem usar cartão de crédito ou débito e o dinheiro vai direto para a conta da instituição, sem descontos. Ainda não conhece uma Plataforma de Arrecadação? Descrevemos a ferramenta neste post!

E, para fechar este texto, se você tem outros modelos de cartaz para divulgar campanhas do dízimo e gostaria de compartilhar com outra pessoas que fazem a comunicação na Igreja, entre em nosso grupo do WhatsApp! No grupo ‘Como vai a Pascom?’ tiramos dúvidas, compartilhamos dicas e experiências pessoais nas Pascons.

Grupo Como vai a Pascom

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário